Não caia na aposentadoria sem paraquedas

Uma pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostrou que, em 2016, mais de um terço das pessoas acima de 60 anos aposentadas no Brasil continuavam trabalhando. O motivo apontado por 46,9% foi a necessidade de complementar a renda da aposentadoria para pagar as contas e despesas pessoais. A estatística acima nos instiga a pensarmos no nosso futuro. Por isso, hoje vamos falar sobre aposentadoria e planejamento de vida.

Durante toda uma vida, sonhamos com a época em que não será preciso trabalhar diariamente, cumprir a meta diária, olhando para o relógio (como se pudesse controlar o tempo) e correndo atrás das horas para dar conta de todos os compromissos, inclusive os financeiros. Esperamos o dia tão sonhado em que teremos tempo para fazer o que quisermos: curtir família, amigos, cuidar de si própria, viajar, ir ao seu restaurante preferido sem preocupar-se com a conta, entre outros. Sim, este dia, se a vida seguir o fluxo normal vai chegar e se você planejar de forma sábia poderá desfrutar de tudo isso com tranquilidade e prazer.

Frequentemente, tenho visto a seguinte situação: A pessoa sonha com essa época pensando nos benefícios de uma vida plena, com saúde e dinheiro. No entanto, sem perceber, a preocupação em guardar recursos para o futuro, ao longo da vida, acaba ficando de lado e o tempo vai passando, passando, passando. É exatamente aí que mora o perigo: primeiro porque a demanda de recursos é maior quando estamos próximos à aposentadoria, segundo, a saúde pode nos surpreender com situações inesperadas e terceiro, não podemos saber ao certo quem estará ao nosso lado quando este dia chegar e se seremos “cuidados “ pelas pessoas que nos amam.

É por isso que eu sempre digo: Não caia na aposentadoria sem paraquedas. O Paraquedas aqui, representa a acumulação dos recursos que efetuaremos ao longo dos anos, que poderá nos proporcionar segurança durante a melhor idade. Muitas pessoas se adaptam a determinado padrão de vida sem perceber que esse padrão de vida poderá desmoronar caso as atividades produtivas sejam cessadas, ou seja, se pessoa não possuir reserva financeira, sem nenhuma margem de segurança. Planejar o futuro faz-se necessário em todas as situações, tanto se o futuro pareça lhe reservar somente situações boas ou favoráveis, quanto se a vida acabar lhe trazendo junto com a idade situações em que você precise de mais recursos. Então, o melhor a fazer é Planejar. É se preparar para a aposentadoria, aplicando o famoso ditado: de grão em grão, a galinha enche o papo. E quanto antes iniciar, maior será o valor que acumulará.

Em uma das minhas palestras, chamada "não caia na aposentadoria sem paraquedas", você vai descobrir que é perfeitamente possível viver sem aquele medo de não ter conforto ao se aposentar; sentimento vivido pela maioria dos brasileiros, segundo pesquisa citada acima.

Quanto mais cedo houver o planejamento e a tomada de decisão, menor será o esforço mensal para garantir um futuro confortável. Um dos segredos é entender que o esforço empregado é como uma semente, que vai florescer para gerar resultados prósperos no futuro. Quer entender melhor como planejar aposentadoria e viver sem depender de previdência social, sem ter que trabalhar para complementar a renda? Como saber ganhar, gastar, investir e prosperar? Então, venha! Entre em contato conosco. Trabalhamos com atendimento individual presencial e online, atendimento em grupos e palestras em eventos.

Conheça mais sobre Bertu Teixeira neste link.

08 novembro 2018 14:23

Compartilhar

Comentários

Instagram